sexta-feira, 9 de novembro de 2012

DOR LOMBAR TEM TRATAMENTO - MUSCULAR / MIOFASCIAL E SEGMENTAR


Resolvi escrever um pouco mais sobre a lombalgia mecânica. Esta postagem destina-se aos meus pacientes que me procuram diariamente com esta queixa.

A causa da dor lombar mecânica é multifatorial. Geralmente, a articulação da coluna está disfuncional, com o desequilíbrio e a sobrecarga biomecânica das estruturas da coluna (vértebras, discos intervertebrais, tendões, músculos e ligamentos).

Esta síndrome apresenta as seguintes características:  piora com determinados movimentos, tempo prolongado na mesma posição (sentado ou em pé). Pode aliviar com o repouso.

Embora se apresente na região lombar baixa, pode também se apresentar com irradiação para o membro inferior. Nos casos mais graves pode haver dificuldade para andar e realizar as atividades do dia a dia.



COMPLICAÇÕES DA SÍNDROME DOLOROSA DA REGIÃO LOMBAR


- Sensibilização segmentar espinhal (SSS) 

Quadro de hiperatividade e hiperexcitabilidade do segmento espinhal. Causado por um foco irritativo periférico que desencadeia a sensibilização das fibras nervosas Afetando o componente sensorial, motor e simpático do segmento da medula que inerva a articulação da coluna disfuncional.

Resumindo, após longos períodos recebendo um estímulo doloroso numa determinada área do corpo, os nervos e os segmentos espinhais responsáveis por aquela área se adaptam e diminuem o limiar de dor, tornando-se mais sensíveis à dor (facilitação medular).



Consequentemente, há uma sensibilização dos nervos sensitivos cutâneos superficiais da pele (dermátomo), dor em periósteo, articulações e ligamentos (esclerótomo), lesão das cadeias neuromusculares com fraqueza e pontos miofasicais (miotómo) e alterações viscerais e simpáticas.

Dermátomos


Tratamento: 

Técnica especial de injeção - sensibilização segmentar espinhal

Procedimento minimamente invasivo desenvolvido pelo dr Andrew A. Fisher, do setor de Medicina Física e Reabilitação do Hospital Monte Sinai, da cidade de Nova York, baseado no Modelo Segmentar Neuromioterapia que revolucionou o entendimento da dor crônica.

Técnica segura e eficaz,  inicia-se por um bloqueio anestésico na região próxima à coluna vertebral (paraespinhal).





Em alguns casos, esta técnica deve ser seguida do Procedimento de Inativação das bandas musculares tensas (com soluções anéstesicas), erradicando a geração de dor.

- Síndrome Dolorosa Miofascial

Na dor lombar é comum a presença de bandas musculares contraturadas (bandas tensas) que produzem uma dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou de vários músculos. Dos quais os mais comuns são: Quadrado Lombar, Glúteo Médio, Glúteo Mínimo, Iliopsoas e Paravertebrais.
Veja mais: http://www.dorcronicaeagora.blogspot.com.br/2012/06/entendendo-dor-miofascial.html


Quadrado Lombar




Glúteo Médio




Glúteo Mínimo


Iliopsoas




Multifidus (Paravertebral)


Piriforme





Miscelânea


Fonte figuras: Travell e Simon´s Myofascial Pain and Dysfunction: The Trigger Point Manual 


Após a avaliação criteriosa, procede-se com a realização do procedimento minimamente de inativação dos pontos miofasciais dos músculos comprometidos.
Veja mais: http://www.dorcronicaeagora.blogspot.com.br/2012/06/tratamento-da-dor-miofascial.html


Obs.: estas complicações também podem estar presentes em outras síndromes dolorosas crônicas: cervicalgias, cefaléias, bursites/tendinites, artrites/artroses, epicondilites, lesões esportivas, síndromes compressivas de nervos periféricos, LER/ DORT, distrofia simpático reflexa, fasceiíte plantar, dor relacionada a cirurgias.

LEMBRE-SE
O melhor procedimento é aquele realizado no momento certo e com a indicação precisa e individualizada. Os procedimentos minimamente invasivos representam uma das etapas do programa de reabilitação do paciente. Desta forma, eles são uma das ferramentas para o sucesso do programa terapêutico de reabilitação do paciente, que sem dor, consegue iniciar os exercícios terapêuticos de alongamento e fortalecimento da articulação da coluna disfuncional, com resultados mais rápidos.

No entanto, a realização isolada do procedimento, sem outras medidas preventivas, educativas e corretivas, pode não atingir o máximo de benefício para o paciente, ou até não tão duradouro quanto esperado.
Por isso,é tão importante consultar um médico especializado em reabilitação (Fisiatra).

Dor tem Tratamento!!!

Converse sobre as suas dúvidas com um médico especializado em reabilitação (Fisiatria). 

Dra Maike Heerdt 
Médica Fisiatra - Dor e Reabilitação
Procedimentos Minimamente Invasivos em Medicina da Dor


Contato Profissional: Rua Adma Jafet, 74 Conj 147 
(em frente ao Hospital Sírio Libanês)
Telefones (11)43040005 (11) 43040006 
Bela Vista - São Paulo -SP 
CEP 01308-050 

email: neurocranioecoluna@yahoo.com.br 
dortemtratamento@gmail.com

2 comentários:

  1. Gostaria de saber onde vc atende em São Paulo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite Rutinha
      Espero que esteja tudo bem com você.
      Atualmente eu atendo no seguinte endereço:

      RUA DONA ADMA JAFET, 74 CONJ. 147
      TELEFONES: 11 4303 0005 - 11 4304 0006
      BELA VISTA - SÃO PAULO - SP
      CEP 01308-050
      email:neurocranioecoluna@yahoo.com.br

      Espero que possamos nos encontrar em breve.

      Excluir